Sem categoria SL Benfica

Treinador dos juniores do Benfica quer mais: «Para jogar a passo, vou eu»

Renato Paiva queria o apuramento direto na Liga Jovem da UEFA e deseja maior consistência da equipa no futuro

O treinador dos juniores do Benfica, Renato Paiva, considera que a ineficácia ao longo da fase de grupos ditou que os encarnados não tivessem conseguido o apuramento direto para os oitavos de final da Liga Jovem da UEFA. Depois do triunfo caseiro (3-0) diante do AEK, o técnico quer que daqui para a frente a sua equipa seja mais constante, pedindo mais velocidade durante mais tempo.

“Se não acabámos em primeiro, a responsabilidade é nossa, pela falta de eficácia. Os primeiros 15 minutos foram de excelência, com velocidade, mas depois voltaram as oscilações e até quase final do jogo atuámos a velocidade baixa, que é inaceitável para este patamar. Mais à frente, num jogo a eliminar, esta falta de velocidade e dinâmica… para jogar a passo, jogaria eu, mas não posso. Têm de jogar mais rápido e ser mais rápidos. Eles sabem para onde têm de correr. Agora, têm de correr a uma velocidade que desequilibre. Temos este problema das oscilações”, analisou à BTV Renato Paiva, que lembrou que o Benfica esteve num grupo “muito difícil”.

Segue-se o playoff e o técnico quer que a equipa suba o nível: “Se formos eliminados com esta ineficácia não podemos responsabilizar ninguém. Chegamos à baliza e criamos enorme volume. Não podemos ter todo este trabalho e depois desperdiçar. É deitar trabalho fora. É uma ‘irresponsabilidade’ muito perigosa. Agora é encarar os jogos com um pouco mais de concentração. Estou satisfeito pela qualidade do nosso jogo mas não podemos ter estas oscilações.”

Fonte: Record