"Trataram-nos como criminosos"

O Campeonato da Europa, os protocolos sobre a  Covid-19, e as fronteiras fechadas continuam a dar muito que falar.

Neste caso, os adeptos galeses sentem-se prejudicados pelas restrições impostas pelos Países Baixos, quando nada o fazia prever.

Dois adeptos do País de Gales Bale aterraram no aeroporto de Amesterdão para assistir à partida frente à Dinamarca, dos oitavos de final.

Mas as autoridades não permitiram a entrada destes adeptos, como tinham previsto, porque as variantes da Covid-19 obrigaram o governo holandês a tomar a decisão de não aceitar turistas das ilhas britânicas.

A nuance que diferencia esta história de um caso não autorizado é que os adeptos em questão não voaram do Reino Unido, já que procediam do Azerbaijão e da Rússia, locais onde acompanharam a sua seleção na primeira fase do Europeu.

À BBC, os adeptos galeses relataram a experiência: “Eles levaram-nos para uma sala individual, o que mais parecia um interrogatório. Eles trataram-nos como criminosos, como se estivéssemos a fazer algo errado. Dissémos que vinhamos do Azerbaijão e da Rússia, que não estavam na lista de países de alto risco, mas depois de três horas de interrogatório, eles decidiram que não iriam deixar-nos entrar porque estávamos de férias”.

Leia Também: Portugal reforça registo perfeito em fase de grupos

 

 
 
 

 

 
 
 

 

 
 
 

Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Envia o teu artigo

Sim, aqui tu podes escrever!

Faz o registo na nossa plataforma de blog e começa já hoje a criar os teus artigos

On Trend

Most Popular Stories