Noticias

Desp. Aves vai faltar ao jogo com o Portimonense


Já despromovido à II Liga, o Desp. Aves informou que vai faltar ao jogo com o Portimonense, relativo à 34.ª e última jornada do campeonato. A justificação é que o clube pretende «salvaguardar a transparência na luta pela permanência».

«Face dos problemas que vêm afetando o Desp.Aves, com rescisões quase diárias, outras iminentes e jogadores do plantel com vários meses de salários em atraso, que poderão conduzir a novos conflitos laborais, num contexto que vem obrigando a nossa equipa técnica a recorrer a jogadores sub-23 para formar o onze a cada jornada que passa, a administração concluiu que não estão reunidas as condições para salvaguardar a verdade desportiva e a transparência na luta pela permanência na I Liga na deslocação a Portimão», justificam os avenses, em comunicado enviado hoje à Lusa.

Estrela Costa, acionista da empresa que gere o clube, reforça que o Desp. Aves não vai ao Algarve, independentemente do que a Liga decida relativamente à atribuição de pontos nesse jogo.

«O Desp. Aves vem pedir à Liga que os pontos com o Portimonense não sejam atribuídos, sob pena de ver afetada a verdade desportiva entre os clubes que lutam no fundo da tabela para evitar a descida de divisão» pode ler-se na nota.

O jogo com o Benfica não está em causa, e marca o fim de ciclo dos avenses na primeira divisão nacional, ao cabo de três anos, e uma Taça de Portugal conquistada.

De acordo com o artigo 16.º do Regulamento de Competições da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, a «falta de comparência não justificada de um clube a jogo oficial de uma competição por pontos determina, nos termos previstos no Regulamento Disciplinar, a atribuição ao clube adversário dos três pontos correspondentes à vitória.»

Nesse caso, o Portimonense garante praticamente a permanência na Liga na próxima época. Os algarvios têm 30 pontos, os mesmos que o V.Setúbal e Tondela, e menos dois que Belenenses. O P. Ferreira ainda pode ser despromovido, pois neste momento conta com 35 pontos. Entre estas cinco equipas, uma vai acompanhar o Desp. Aves na despromoção à II Liga.

A ausência «em algum dos três últimos jogos de uma competição a disputar por pontos» determina, segundo o artigo 76.º do Regulamento Disciplinar da LPFP, a «sanção de derrota no jogo ao clube que não compareceu e subtração de todos os pontos até então obtidos», à qual se pode agregar uma coima de 250 a 500 unidades de conta (UC).

Até agora foram sete, os jogadores a rescindirem com o clube da Vila das Aves: Jonathan Buatu, Quentin Bernardeau, Wellinton Júnior, Tshibola, Estrela, Pedro Delgado e Kevin Yamga.

Fonte: Maisfutebol

Adiciona um comentário

Segue-nos no Facebook

Mais vistos